DEUS NÃO É RELIGIÃO OU SEITA, POIS RELIGIÕES E SEITAS SÃO COISAS DOS HOMENS E MULHERES, COMO AS CRENDICES.

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32 - Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade. João 17:17 - Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna. João 6:47 - Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade. 2 Coríntios 13:8.


O AMOR DE DEUS PARA COM OS SERES HUMANOS, É ABSOLUTAMENTE INCONDICIONAL, POIS OS CRIOU A SUA IMAGEM E SEMELHANÇA EM ESPÍRITO, E NÃO PODE NEGAR-SE A SI PRÓPRIO.


www.palavra10.com, é o maior site de receitas culinárias do mundo. São aproximadamente 1.500.000 receitas culinárias, com fotos dos pratos  (alimentos preparados). Clicando nas fotos você verá as receitas e os modos de preparos, entre outras orientações e divulgações. Neste site você encontra orientações pessoais, que se tornam uma autoajuda necessária para os problemas pessoais diários. Confira tudo.

 COMPARTILHE O SITE www.palavra10.com COM SEUS AMIGOS E PARENTES.


 CRIAÇÃO DA RAÇA HUMANA RACIONAL
Existem dois períodos distintos e importantes na criação da vida humana. 1º Período: Antes da criação do homem racional (pré-história) e 2º Período após a criação do homem racional, este último citado na Bíblia, em Gênesis Capítulo 1º (criação dos espíritos do homem e da mulher), e Gênesis, Capítulo 2º (criação dos corpos do homem e da mulher). É muito grande a falta de entendimento dos Ciêntistas e dos Religiosos, tornado-os radicais.


AJUDE A MANTER ESTE WEBSITE, DEPOSITE QUALQUER QUANTIA NA CONTA POUPANÇA DO BANCO DO BRASIL Nº 35.747-2, AGÊNCIA Nº 0869-9.

 

  

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
PALAVRA10
O QUE VOCÊ ACHA DESTE SITE?
ÓTIMO
BOM
REGULAR
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (5427 votos)




ONLINE
10





Partilhe esta Página





 

 


VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?

Morte do Corpo

 

Morte do corpo (do latim mors), óbito (do latim obitu), falecimento (falecer+mento), passamento (passar+mento), ou aindadesencarne (deixar a carne), são sinônimos usados para se referir ao processo irreversível de cessamento das atividades biológicas necessárias à caracterização e manutenção da vida em um sistema outrora classificado como vivo. Após o processo de morte o sistema não mais vive; e encontra-se morto. Os processos que seguem-se à morte (pós-mortem) geralmente são os que levam à decomposição do sistema. Sob condições ambientais específicas, processos distintos podem segui-la, a exemplo aqueles que levam à mumificação natural ou a fossilização de organismos.

A morte faz-se notória e ganha destaque especial ao ocorrer em seres humanos. Não há nenhuma evidência científica de que a consciência continue após a morte, no entanto existem várias crenças em diversas culturas e tempos históricos que acreditam em vida após a morte.

Com notórias consequências culturais e suscitando interesse recorrente na Filosofia, existem diversas concepções sobre o destino da consciência após a morte, como as crenças na ressurreição (religiões abraâmicas), na reencarnação (religiões orientaisDoutrina Espírita, etc) ou mesmo o eternal oblivion ("esquecimento eterno"), conceito esse o comum na neuropsicologia e atrelado à ideia de fim permanente da consciência após a morte.

As cerimônias de luto e práticas funerárias são variadas. Os restos mortais de uma pessoa, comumente chamado de cadáver oucorpo, são geralmente enterrados ou cremados. A forma de disposição mortuária pode contudo variar significativamente de cultura para cultura.

Entre os fenômenos que induzem a morte, os mais comuns são: envelhecimento biológico (senescência), predaçãomá-nutrição, doençassuicídioassassinatoacidentes e acontecimentos que causam traumatismo físico irrecuperável.

Considerações

Biologicamente, a morte pode ocorrer para todo o organismo ou apenas para parte dele. É possível para células individuais, ou mesmo órgãos, morrerem e ainda assim o organismo continuar a viver. Muitas células individuais vivem por apenas pouco tempo e a maior parte das células de um organismo são continuamente substituídas por novas células.

A substituição de células, através da divisão celular, é definida pelo tamanho dos telômeros e ao fim de um certo número de divisões, cessa. Ao final deste ciclo de renovação celular, não há mais replicação, e o organismo terá de funcionar com cada vez menos células. Isso influenciará o desempenho dos órgãos num processo degenerativo até o ponto em que não haverá mais condições de propagação de sinais químicos para o funcionamento das funções vitais do organismo; implicando a chamada morte natural, por velhice.

Também é possível que um animal continue vivo, mas sem sinal de atividade cerebral (morte cerebral); nestas condições, tecidos e órgãos vivem e podem ser usados para transplantes. Porém, neste caso, os tecidos sobreviventes precisam ser removidos e transplantados rapidamente ou morrerão também. Em raros casos, algumas células podem sobreviver, como no caso de Henrietta Lacks, da qual células cancerígenas foram retiradas do seu corpo por um cientista, continuando a multiplicar-se indefinidamente.

irreversibilidade é normalmente citada como um atributo da morte. Cientificamente, é impossível trazer de novo à vida um organismo morto, e se um organismo vive, é porque ainda não morreu anteriormente. Contudo existem casos que no mínimo chamam bastante a atenção e suscitam questionamentos quanto às definições de vida e morte. Um deles cerca um grupo de animais invertebrados denominados Rotiferas, que possuem uma capacidade denominada criptobiose, que consiste no "cessar" metabólico quando as condições ambientais não estão favoráveis. Eles podem manter-se assim por meses ou mesmo anos até que as condições se restabelecerem, e então "religarem" seus processos biológicos, retomando a sua vida normalmente. Se o conceito de morte for estendido a tais paralisações metabólicas, esses animais literalmente morrem e depois renascem. Igualmente, ovos de camarões (Shrimp Hatchery) desidratados são incluídos em quites de microscopia para laboratório didáticos, e assim podem permanecer por mais de cinco anos. Quando imersos em salmoura adequada, hidratam-se, desenvolvem-se plenamente e geram, em poucas semanas, camarões crescidos, implicando um literal processo de ressurreição de tais ovos. O caso limite é o do vírus, que até hoje permanece cientificamente exatamente sobre a fronteira que separa os seres vivos dos não vivos, e por tal traz muito trabalho aos taxonomistas.

Muitas pessoas não acreditam que a morte física é sempre e necessariamente irreversível, enquanto outras acreditam em ressurreição do espírito ou do corpo e outras ainda, têm esperança que futuros avanços científicos e tecnológicos possam trazê-las de volta à vida, utilizando técnicas ainda embrionárias, tais como a criogenia ou outros meios de ressuscitação ainda por descobrir.

Alguns biólogos acreditam que a função da morte é primariamente permitir a evolução.

Morte humana

Historicamente, tentativas de definir o momento exato da morte foram problemáticas. A identificação do momento exato da morte é importante, entre outros casos, no transplante de órgãos, porque tais órgãos precisam de ser transplantados, cirurgicamente, o mais rápido possível.

Morte já foi anteriormente definida como parada cardíaca e respiratória mas, com o desenvolvimento da ressuscitação cardiopulmonar e da desfibrilação, surgiu um dilema: ou a definição de morte estava errada, ou técnicas que realmente ressuscitavam uma pessoa foram descobertas: em vários e vários casos, respiração e pulso cardíaco são realmente restabelecidos após cessarem. Em vista da nova tecnologia, atualmente a definição médica de morte é conhecida comomorte clínicamorte cerebral ou parada cardíaca irreversível.

A morte cerebral é definida pela cessão de atividade eléctrica no cérebro, mas mesmo aqui há correntes divergentes. Há aqueles que mantêm que apenas a atividade eléctrica do neo-córtex deve ser considerada a fim de se definir a morte. Por padrão, é usada contudo uma definição mais conservadora de morte: a interrupção da atividade elétrica no cérebro como um todo, incluso e sobretudo no tronco encefálico - responsável entre outros pelo controle de atividades vitais essenciais como batimentos cardíacos e respiração - e não apenas no neo-córtex, diretamente associado à consciência 11 . Essa definição - a de morte cerebral - é a adotada, por exemplo, na "Definição Uniforme de Morte" nos Estados Unidos.

Mesmo frente a uma definição precisa de morte, a determinação da mesma ainda traz suas peculiaridades, e pode ser difícil. A exemplo, EEGs podem detectar pequenos impulsos elétricos onde nenhum existe, enquanto houve casos onde atividade cerebral em um dado cérebro mostrou-se baixa demais para que EEGs os detectassem. Por causa disso, vários hospitais possuem elaborados protocolos determinando morte envolvendo EEGs em intervalos separados, e não raro mediante os pareceres autônomos de no mínimo dois médicos.

história médica contém muitas referências a pessoas que foram declaradas mortas por médicos, e durante os procedimentos para embalsamento eram encontradas vivas. Histórias de pessoas enterradas vivas levaram um inventor no começo do século XX a desenhar um sistema de alarme que poderia ser ativado dentro do caixão.

Por causa das dificuldades na definição de morte, na maioria dos protocolos de emergência, mais de uma confirmação de morte, tipicamente fornecida por médicos diferentes, é necessária. Alguns protocolos de treinamento, por exemplo, afirmam que uma pessoa não deve ser considerada morta a não ser que indicações óbvias que a morte ocorreu existam, como decapitação ou dano extremo ao corpo. Face a qualquer possibilidade de vida, e na ausência de uma ordem de não-ressuscitação, equipes de emergência devem proceder ao transporte o mais imediato possível até ao hospital, para que o paciente possa ser examinado por um médico. Isso leva à situação comum de um paciente ser dado como morto à chegada do hospital.

Pós-morte

A questão de o que acontece, especialmente com os humanos, durante e após a morte, ou o que acontece "uma vez morto", se pensarmos na morte como um estado permanente, é uma interrogação frequente, literalmente uma questão latente na psique humana. Tais questões vêm de longa data, e a crença numa vida após a morte com uma posterior reencarnação ou mesmo a passagem para outros mundos embora muito antigas, são ainda muito difundidas socialmente (veja submundo). Para muitos, a crença e informações sobre a vida após a morte resultam de uma mera busca por consolação ou mesmo de uma covardia em relação à morte de um ser amado ou à prospecção da inevitabilidade de sua própria morte. A crença em vida após a morte pode para esses trazer algum consolo, contudo crenças como o medo do Inferno ou de outras consequências negativas podem tornar a morte algo muito mais temido. A contemplação humana da morte é uma motivação importante para o desenvolvimento de sistemas de crenças e religiões organizadas. Por essa razão, palavra passamento quando dita por um espírita, significa a morte do corpo. A passagem da vida corpórea para a vida espiritual.

Apesar desse ser conceito comum a muitas crenças, ela normalmente segue padrões diferentes de definição de acordo com cada filosofia. Várias religiões creem que após a morte o ser vivo ficaria junto do seu criador, para os cristãos, Deus.

Muitos antropólogos sentem que os enterros fúnebres atribuídos ao Homem de Neanderthal / Homo neanderthalensis, onde corpos ornamentados estão em covas cuidadosamente escavadas, decoradas com flores e outros motivos simbólicos, é evidência de antiga crença na vida após a morte.

Do ponto de vista científico, não se confirma a idéia de uma vida após a morte. Embora grande parte da comunidade científica sustente que isso não é um assunto que caiba à ciência resolver, e que cientificamente não há evidências que corroborem a existência de espíritos ou algo com função similar que sobreviva após a morte, muitos pesquisadores tentaram e ainda tentam entrar nesse campo estudando por exemplo as chamadas "experiências de quase-morte". Para eles, o conceito de "vida" se associa ao de "consciência", contudo consciência não atrela-se à matéria conhecida.

Ao fim, consideram-se em essência três hipóteses:

  • A consciência existe unicamente como resultado de correlações materiais. Essa hipótese é a que encontra corroboração científica atualmente, e se for verdadeira, a vida cessa de existir no momento da morte.
  • A consciência não tem origem física e sim transcendente à matéria, usando o corpo físico apenas como instrumento para se expressar. Se esta hipótese for verdadeira, certamente há uma existência de consciência após a morte e não obstante também antes da vida física, o que leva diretamente às tentativas de validação da reencarnação. É a adotada na Doutrina Espírita; sendo igualmente utilizada por várias outras doutrinas espiritualistas para validar os acontecimentos por eles presenciados e assumidos como transcendentais; bem como para explicarem-se os êxtases em cultos de neopaganismo.
  • A consciência tem uma origem física e encontra-se atrelada ao cérebro, mas há uma distinção entre os estados físicos da matéria (da massa encefálica) e os pensamentos que deles derivam. Nessa linha de pensamento há alguns que vão adiante e alegam que a consciência atrela-se a algum tipo de matéria imponderável que, embora relacionada à matéria ordinária, não se decompõe como a primeira quando da morte. A hipótese também é, neste caso, compatível com a reencarnação e com a filosofia das doutrinas espiritualistas. 

Personificação da morte

A morte como uma entidade sensível é um conceito que existe em muitas sociedades desde o início da história. A morte também é representada por uma figura mitológica em várias culturas. Na iconografia ocidental ela é usualmente representada como uma figura esquelética vestida de manta negra com capuz e portando uma foice/gadanha. É representada nas cartas do Tarot e frequentemente ilustrada na literatura e nas artes.

A associação da imagem com o ceifador está relacionada ao trigo, que na Bíblia simboliza a vida. Em inglês, é geralmente dado à morte o nome de "Grim Reaper". Também é dado o nome de Anjo da Morte (em hebraico: מַלְאַךְ הַמָּוֶת Malach HaMavet), decorrente da Bíblia.

A morte também é uma figura mitológica que tem existido na mitologia e na cultura popular desde o surgimento dos contadores de histórias. Na mitologia gregaTânato seria a divindade que personificava a morte, e Hades, o deus do mundo da morte.

ceifador também aparece nas cartas de tarô e em vários trabalhos televisivos e cinematográficos. Uma das formas dessa personificação é um grande personagem da série Discworld de Terry Pratchett, com grande parte dos romances centrando-se nela como personagem principal.

Em alguns casos, essa personificação da morte é realmente capaz de causar a morte da vítima, gerando histórias de que ela pode ser subornada, enganada, ou iludida, a fim de manter uma vida. Outras crenças consideram que o espectro da morte é apenas um psicopompo e serve para cortar os laços antigos entre a alma e o corpo e para orientar o falecido ao outro mundo sem ter qualquer controle sobre o fato da morte da vítima.

Morte em muitas línguas é personificada na forma masculina (como no inglês), enquanto em outros ela é percebida como uma personagem feminina (por exemplo, em línguas eslavas e latinas). A série supernatural apresentou uma visão nova da morte, onde um dos cavaleiros do apocalipse, juntamente com a morte em sua personificação humana, discutem com o personagem principal sobre sua origem. Durante o diálogo ela afirma ser mais velha do que Deus, e que também acima dos céus e da terra, além de também existir em outros planetas, ela leva a vida para o abismo há muito tempo.

Os mexicanos personificam a morte na figura da Santa Muerte, uma deusa resultante do sincretismo entre as mitologias católica e mesoamericanas.

Na história

As Ordenações Filipinas - conjunto de leis que servia de base para o direito português na época do Brasil Colônia, previa a "morte natural" em duas versões: "natural cruel" e "natural atroz". Na "morte cruel", o corpo do condenado era objeto de vingança e, por isso, devia ser torturado vivo. A finalidade era prolongar o sofrimento da vítima.

No caso da condenação por "morte natural atroz", a vítima teria ainda seus bens confiscados e a família seria atingida até a geração dos netos. Essa punição era considerada mais branda que a da "morte natural cruel" e o condenado podia ser esquartejado depois de morto. Em ambos os casos era ressaltado o "caráter pedagógico" da degradação do cadáver. Era a "pedagogia do domínio" pelo medo, "aprendida" por todos que presenciavam o "espetáculo".

Exemplo conhecido de sentenciado com a "morte natural cruel" é a de um dos inconfidentes. A essa pena Tiradentes foi condenado em 1792.

No final do século XVIII, o direito português previa a "morte natural para sempre": proibia o sepultamento do cadáver, que teria as partes do corpo expostas até a decomposição completa."

Na literatura

Como Oscar Wilde escreveu tão elegantemente: " (...) Morte é o fim da vida, e toda a gente teme isso, só a Morte é temida pela Vida, e as duas reflectem-se em cada uma (...)"

"(...) desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor (...)" (Filipenses 2:12) A visão da Bíblia sobre a Morte.

A morte é considerada através de várias perspectivas na literatura de todo o mundo. Encaramos a morte, lidamos com o falecimento de entes queridos e desconhecidos, discutimos o seu significado religioso, filosófico, social, e tudo o mais em documentos escritos que podem imbuir-se de mero valor artístico até valor dogmático e mesmo legal.

Muitos autores usaram-na como via para expressar o que há depois da vida, sob a perspectiva de várias teorias. As três mais divulgadas e preponderantes são:

  • A teoria da "Extinção Absoluta" permanente da vida ao ocorrer a morte física, ou teoria Materialista (monista);
  • A teoria do "Céu e Inferno" numa vida eterna para além da física e determinada pela conduta na vida física, ou teoria Teológica
  • A teoria da reencarnação através de renascimentos sucessivos em corpos físicos e com diferentes experiências de vida para alcançar a expansão de consciência e perfeição espiritual, ou teoria do Renascimento (dualista).

Na ciência

A morte, no ramo das ciências, é estudada pela tanatologia. Nesse sentido são estudados causas, circunstâncias, fenômenos e repercussões jurídico-sociais, sendo amplamente utilizados na medicina legal. No Brasil o diagnóstico da morte é regido pela resolução 1.480/97 do Conselho Federal de Medicina. A morte também é estudada em outros ramos da ciência, notadamente os relacionados a tratar doenças e traumatismos evitando que elas ocorram. No mesmo sentido uma das estatísticas mundialmente utilizadas para ações governamentais de prevenção são as taxas de mortalidade. Alguns estudos da ciência abordam as experiências de quase morte no sentido de entender os fenômenos correlacionados na quase morte.

Morte e consciência

Devido a dicotomia mente-corpo — monismo ou dualismo — muitos debates cercam a questão sobre o que acontece com a consciência quando o corpo morre. A crença na vida após a morte baseia-se em relatos, experiências, revelações divinas e exercícios lógicos, sendo um conceito primordial de praticamente todas as religiões. Para os que não acreditam que exista continuidade após a morte e rejeitam a veracidade dos indícios contrários (por não serem científicos), a consciência e personalidade é apenas o produto de um cérebro em funcionamento. Sendo assim, o cessamento da atividade cerebral significaria o final da existência do individuo, não havendo nada após isso. A visão monista é a científicamente suportada em virtude primeiro da ausência factual científica necessária ao suporte da visão dualista; e em segundo devido a considerações levantadas quanto se busca definir de forma rigorosa o que é "consciência"; sobretudo diante da perspectiva dos avanços em biotecnologia, onde a possibilidade de se construir uma máquina com consciência não pode ser mais tratada como mera ficção científica.

Experiência de quase morte

Um dos ramos da ciência relatados através de vários casos de quase morte estuda os sentimentos declarados de pacientes que recuperaram suas funções vitais depois de uma intervenção médica. São comuns relatos de pessoas que dizem ter visto uma luz, um túnel iluminado e, às vezes, vendo-se a si mesmo, fora do próprio corpo, a exemplo durante uma cirurgia. Esses relatos dividem opiniões de especialistas que defendem as causas religiosas no sentido de que a "luz" vivenciada pelos pacientes de quase morte era a luz que indicava o caminho para o mundo pós-morte (visão dualista).

Até o momento a visão suportada cientificamente sobre esse fenômeno é a monista, a de que são alterações químicas e funcionais no cérebro - agravadas se há falta de oxigenação adequada aos tecidos, algo comum em cirurgias graves - que fazem o paciente ter alucinações durante a ocorrência das anormalidades. Os avanços das técnicas de mapeamento cerebral e de mecanismos excitatórios cerebrais contribuíram significativamente para a compreensão da experiência de quase-morte. A exemplo, o estímulo direto dos lobos temporais pode induzir a sensacão de uma presença invisível ou "divina": um capacete construído pelo médico Michal Persinger e por ele denominado "capacete de Deus" induz experiências "espirituais" em 80% daqueles que o experimentam. Modificações induzidas no funcionamento dos lobos parietais simulam experiências extrassensoriais, entre elas corporificações e a sensação de se "sair do corpo".

Em experimentos realizados em aceleradores centrípetos, que visam a compreender as reações psicofisiológicas humanas em presença de enormes acelerações, após momentaneamente desmaiarem dada a incapacidade circulatória, as pessoas submetidas ao teste relatam quase sempre alucinações análogas às apresentadas pelas pessoas que passaram por experiências de quase-morte, incluso a experiência de se ver fora do corpo; muito embora, nesses experimentos controlados, as pessoas em testes sejam seguramente mantidas longe do limite entre a vida e a morte 19 . A compreensão das reações humanas à bruscas acelerações mostra-se importante a exemplo na aviação militar, onde facilmente os pilotos encontrar-se-ão submetidos a enormes acelerações, usualmente medida via múltiplo da aceleração da gravidade, ou de seu próprio peso, mediante a chamada força G.

psiquiatra e parapsicólogo Dr. Raymond Moody popularizou termo "experiência de quase-morte" com seu livro escrito em 1975, "Vida Depois da Vida". O livro ganhou atenção do público em geral para o conceito de experiência de quase-morte. Entretanto, relatos dessas experiências sempre ocorreram na história. A obra "A República" (Livro X), de Platão, escrita no século IV A.C., contém a lenda de um soldado chamado Er que teve uma experiência semelhante depois de ter sido ferido em combate. Er descreveu sua alma deixando seu corpo e, do céu, viu-a sendo julgada junto com outras almas

As "experiências de quase-morte" caracterizam-se, em sua quase totalidade, pelas seguintes percepções:

  • Sensações de tranquilidade - essas sensações podem incluir paz, aceitação da morte, conforto físico e emocional;
  • Luz radiante, pura e intensa - é uma luz que muitas vezes preenche o quarto. Em vários casos o indivíduo associa-a ao Céu e a Deus;
  • Experiências fora do corpo - a pessoa sente que deixou seu corpo. Em vários casos o indivíduo afirma que vê seu corpo e descreve com certa precisão o ato dos médicos trabalhando nele.
  • Entrando em outra realidade ou dimensão - dependendo das crenças religiosas da pessoa ela pode se sentir entrando num portal de novas dimensões
  • Seres espirituais - a pessoa sente-se encontrando "seres de luz" ou de outras representações de entidades espirituais. Ela pode perceber esses seres como entes queridos que morreram, anjos, santos ou Deus.

Culto dos mortos em Portugal

Segundo Leite de Vasconcelos na noite de Todos os Santos, em Barqueiros, era tradição preparar, à meia-noite, uma mesa com castanhas para os mortos da família irem comer; e depois ninguém mais tocava nas castanhas porque se dizia que estavam “babada dos defuntos”. É também costume deixar um lugar vago à mesa para o morto ou deixar a mesa cheia de iguarias toda a noite da consoada para as "alminhas".

Leite de Vasconcelos também considerava o magusto, festa popular em que amigos e famílias se juntam para assar e comer castanhas, como o vestígio de um antigo sacrifício em honra dos mortos.

Nesta noite ninguém cuide

Encontrar-se à mesa a sós!

Porque os nossos q'ridos mortos

Vão sentar-se junto a nós.

Outras manifestações do culto dos mortos são as alminhas e os cruzeiros, pequenos monumentos de devoção que se encontram frequentemente na beira dos caminhos, os Fiéis de Deus e a tradição de pedir o pão-por-deus.

Nas Viagens do Barão de Rozmital, de 1465 a 1467, encontram-se algumas referências aos clamores e brados e outras tradições funebres: « Ha também alli esta costumeira: morrendo alguém, levam para a egreja vinho, carne, pão e outras comidas; os parentes do morto acompanham o funeral vestidos de roupas brancas próprias dos enterros com capuzes á maneira dos monges, com o qual vestuário se vestem de um modo admirável. Aquelles porém, que são assalariados para carpirem o defuncto vão vestidos com roupa preta, e fazem um pranto como o d'aquelles que entre nós pulam de contentes ou estão alegres por terem bebido. ».

Classificação

Quanto à realidade

O conceito de morte, interessando a áreas tão diversas como as ciências biológicasjurídicassociais e à religião, está longe de ter um consenso quanto ao momento real de sua ocorrência. Observada do ponto de vista biológico, e atentando-se para o corpo como um todo, a morte não é fato único e instantâneo, antes o resultado de uma série de processos, de uma transição gradual.

Levando-se em consideração as diferentes resistências vitais à privação de oxigênio das célulastecidosórgãos e sistemas que integram o corpo, pode admitir-se que a morte é um verdadeiro "processo incoativo", que passa por diversos estágios.

Cada campo do conhecimento e cada ramo da medicina acabaram por tomar um momento desse processo, adotando-o como critério definidor de morte. A Medicina Legal teve de adotar uma determinada etapa do citado processo como o seu critério de morte e, para tanto, optou pela etapa da morte clínica.

Até não há muito tempo, uma das grandes questões era poder determinar se uma pessoa realmente estava morta, ou se encontrava em um estado de morte aparente. Tudo isso visando evitar o enterro precipitado, que seria fatal nesta última situação. O fato assumiu tal importância que chegou a influenciar os legisladores, que acabaram por colocar, na legislação adjetiva civil, prazos mínimos para a implementação de certos procedimentos como a necropsia e o sepultamento.

O aparecimento de modernas técnicas de ressuscitação cardiopulmonar e de manutenção artificial de algumas funções vitais, como a respiração - respiradores mecânicos, oxigenadores - e a circulação - bomba de circulação extracorpórea, mesmo na vigência da perda total e irreversível da atividade encefálica, criou a necessidade de rever os critérios definição de morte.

Atividade neurológica

atividade neurológica é a única das funções vitais que, até o presente momento, não teve condições, em que pesem os avanços tecnológicos, de ser suplementada nem de ter suas funções mantidas por qualquer meio artificial. Daí que a sua irrecuperabilidade ou a sua extinção possam ser considerados sinônimos da própria extinção da vida.

Mas é a nível neurológico que ocorrem os mais variados e sutis estados intermediários entre a vida e a morte, denominados "estados fronteiriços".

Alguns desses "estados fronteiriços" se encontram mais próximos da morte, como os "comas ultrapassados" (carus ou "coma dépassé"), com desaparecimento da vida de relação e, mesmo com conservação da vida vegetativa, se tornam crônicos ou irreversíveis. Outras formas, por outro lado, encontram-se mais próximas da vida, como os denominados estados de "morte aparente".

Aparente

morte aparente pode ser definida como um estado transitório em que as funções vitais "aparentemente" são abolidas, em consequências de uma doença ou entidade mórbida que simula a morte. Nesses casos, que também podem ser provocados por acidentes ou pelo uso abusivo de substâncias depressoras do sistema nervoso central (SNC), a temperatura corporal pode cair sensivelmente e ocorre um rebaixamento das funções cardiorrespiratórias de tal envergadura que oferecem, ao simples exame clínico, a aparência de morte real.

É inconteste que, nesse quadro, a vida continua sem que, contudo, se manifestem sinais externos: os batimentos cardíacos são imperceptíveis, os movimentos respiratórios praticamente não são apreciáveis, ao tempo que inexistem elementos de motricidade e de sensibilidade cutânea.

Assim, a denominada tríade de Thoinot define, clinicamente, o estado de morte aparente:

A duração desse estado foi um dos elementos que mais aguçaram a curiosidade dos pesquisadores. Historicamente, surgiram opiniões das mais díspares, indo desde alguns minutos até dias de morte aparente.

Sincopal

É a mais frequente das causas, resultando, em geral, de uma perturbação cardiovascular central ou periférica, bem como por perturbação encefálica ou metabólica.

Histérica (letargia e catalepsia)

As crises histéricas ocupam o segundo lugar em frequência na produção de estados de morte aparente. O termo genérico letargia designa todos os estados de torpor de longa duração, acompanhados de perda de movimentossensibilidade e consciência, que podem ser confundidos com a morte real.

Asfíctica

É também uma das causas assaz frequentes de morte aparente. Manifesta-se sob duas formas:

  1. mecânica: quer com via aérea livre, quer com a via obstruída, e
  2. não mecânica: asfixia de utilização ou histótóxica (absorção de COcianuretos e venenos metemoglobinizantes).

Tóxica

Compreenda a anestesia e a utilização de morfina ou outros alcalóides do ópio (heroína) em doses tóxicas.

Apoplética

É causada pela congestão (ingurgitação) e hemorragia no território de uma artéria encefálica (em geral, a lentículo-estriatal). É mais frequente em pacientes com antecedentes de hipertensão arterial essencial, mas também pode observar-se em outros quadros.

Traumática

Que ocorre em casos em que se produzem outros efeitos gerais simultâneos, como:

Pode observar-se nos atingidos por descargas de eletricidade comercial e que sobrevivem, quedando em um estado de morte aparente. Pode ser vista também em pessoas afetadas pela indução de descargas de eletricidade natural (queroaurância) - fulguração - em uma área de 30 a 60 m de diâmetro, em torno do ponto da faísca.

A morte aparente, nesses casos, sobrevém quando falham os mecanismos de regulação da temperatura corporal decorrente de um desequilíbrio no nível de combustão intra-orgânica. As termopatias ocorrem nos casos de "golpes de calor" hipertérmicos ou de hiperirexia, com retenção calórica. É uma ocorrência mais frequente no verão ou em regiões com altas temperaturas e elevada taxa de umidade relativa ambiente, em pessoas com patologias preexistentes ou sem elas, idosos e crianças, mais sensíveis ao calor.

A morte aparente por criopatia ocorre quando há hipotermia global aguda. Observa-se, com frequência, em ébrios que dormem ao relento nos quais a vasodilatação periférica aumenta a perda calórica, facilitando a hiportermia. também nas crianças desabrigadas na época invernal; nos acidentes com queda das vítimas ao mar (pilotosnáufragos); e até por causas iatrogênicas (transfusões de sangue frio). O estado de morte aparente pode instalar-se quando a temperatura central chegue abaixo dos 32 °C.

Causas gerais

A morte aparente pode observar-se em algumas formas terminais de cólera, na eclâmpsia durante o período comatoso, e em alguns casos de epilepsia. Zeb Atlas

Quanto à rapidez

Morte rápida

Denomina-se morte rápida ou súbita aquela que, pela brevidade de instalação do processo - em questão de segundos - não possibilita que seja realizada uma pesquisa profunda e uma observação acurada dos sintomas clínicos, hábil a ensejar um diagnóstico com certeza e segurança, nem poder instituir um tratamento adequado, e muitas vezes, sequer elidir se houve ou não violência.

Morte lenta

Recebe o nome de morte lenta ou agônica aquela que, em geral, vem de maneira esperada, devagar, significando a culminação de um estado mórbido, isto é, de uma doença ou da evolução de um tratamento.

Afora as características e dados que eventualmente aflorem do exame perinecroscópico, alguns dos quais podem apontar para morte rápida - e.g. espasmo cadavérico - outros também podem orientar no sentido de uma morte lenta, demorada, ponto final de uma longa agonia, tal o caso da emaciação, da caquexia, da presença de extensas escaras de apoio, entre outros exemplos.

 

Autópsia

 

Uma autópsianecropsianecrópsia ou exame cadavérico é um procedimento médico que consiste em examinar um cadáver para determinar a causa e modo de morte e avaliar qualquer doença ou ferimento que possa estar presente. É geralmente realizada por um médico especializado, chamado de legista num local apropriado denominado morgue, ou necrotério.

Autópsias não eram permitidas no Brasil nos seus primeiros séculos de colonização portuguesa. Contudo, em casos excepcionais, algumas foram feitas por imposição da justiça e com o devido consentimento do Santo Ofício. Nos territórios sob dominação holandesa e portanto livre do jugo do Tribunal da InquisiçãoWillem Piso, no século XVII, realizou livremente as primeiras autópsias no Brasil.1

Terminologia

O termo autópsia deriva do grego clássico αυτοψία que significa "ver por si próprio" (e não "ver a si próprio"), composto de αυτος (autós, "si mesmo") e ὄψις (ópsis, "visão").

Outro termo grego equivalente e de uso mais recente é νεκροψία (necropsía), composto de νεκρός (nekrós, "morto") e ὄψις (ópsis, "visão").

 

Atestado de óbito

 

 

Atestado de óbito ou declaração de óbito é o documento médico que declara o término da vida de um indivíduo, apontando também as causas que ocasionaram a morte.

Segundo a Lei brasileira, em locais onde não haja o profissional, a morte será atestada com a declaração de duas testemunhas que tenham presenciado ou verificado o óbito (Silveira, M. H. & Laurenti R.), conforme Lei Federal 6.015 - Dos Registros Públicos - de 31 de dezembro de 1973, corrigida pela Lei 6.216/75, ir ao artigo 75.

Também é frequente que se chame, erroneamente, atestado de óbito à certidão de óbito. Contudo, declaração de óbito e certidão de óbito são coisas diferentes. A certidão de óbito é um documento emitido por um cartório de Registro Civil a partir de um assento lavrado em um livro de registro sem o qual não ocorre o sepultamento.

Uma certidão de óbito pode ser emitida a qualquer tempo e indefinidas vezes, enquanto um atestado de óbito é um documento único, não sujeito à lavratura de registro e, portanto, não reproduzível.

 

Cremação

 

Cremação é uma técnica funerária que visa reduzir um corpo a cinzas através da queima do cadáver. O método comum no mundo ocidental é a cremação do cadáver em fornos crematórios desenvolvidos para esse fim.

A cremação pode ser um funeral ou um rito pós-funeral e é uma alternativa que oferece menos riscos ambientais que o sepultamento do corpo em covas.

História

A cremação é um dos processos mais antigos praticados pelo homem. Em algumas sociedades este costume era considerado corriqueiro e fazia parte do cotidiano da população, por se tratar de uma medida prática e higiênica. Alguns povos utilizavam a cremação para rituais fúnebres: os gregos, por exemplo, cremavam seus cadáveres por volta de 1.000 A.C. e os romanos, seguindo a mesma lista de tradição, adotaram a prática por volta do ano 750 A.C. Nessas civilizações, como a cremação era considerada um destino nobre aos mortos, o sepultamento por inumação ou entumulamento era reservado aos criminosos, assassinos, suicidas e aos fulminados por raios (considerada até então uma "maldição" de Júpiter). As crianças falecidas mesmo antes de nascerem os dentes também eram enterradas.

No Japão, a cremação foi adotada com o advento do Budismo, em 552 D.C, importado da China. Como em outras localidades, ela foi aceita primeiramente pela aristocracia e a seguir pelo povo. Incentivados pela falta de lugares para sepultamento, pois o Japão possui pouquíssimo espaço territorial, os japoneses incrementaram significativamente a prática. Em 1867, foi promulgada uma lei que tornava obrigatório incinerar as pessoas mortas por doenças contagiosas para um controle sanitário eficaz e eficiente, bem como para racionalizar e obter melhor uso da terra. Os cidadãos passaram a considerar normal cremar todos os mortos e todas as religiões passaram a recomendá-la.

Há religiões que não recomendam a cremação. A Igreja Católica, por exemplo, permite a cremação se não for feita com a intenção materialista - que reduz a realidade ao que os sentidos podem apreender e o homem a um corpo -, de negação da ressurreição dos corpos, mas até recomenda «vivamente» (ver o catecismo) a prática de enterrar os corpos.

Cremações mais antigas

Senhora de Mungo - Nova Gales do Sul junto ao Lago Mungo. Calcula-se que se trate da cremação de uma mulher jovem, efectuada há cerca de 25 000 anos.

Cremação de homem também junto ao Lago Mungo, que se calcula ter sido efectuada há cerca de 60 000 anos,

Cremação no Brasil

A cremação no Brasil exige que a pessoa registre em cartório o desejo de ser cremado, ou então que o parente mais próximo requisite o serviço. Já a disposição final das cinzas é livre, podendo ser conservadas em jazigos ou entregues a um depositário de cinzas.

O primeiro crematório com fins funerais inaugurado no Brasil foi o crematório municipal de Vila Alpina, na cidade de São Paulo, no ano de 1974.

Em 2008 praticamente todos os estados brasileiros dispõem de um crematório, sendo que a Grande São Paulo conta com três deles. O crematório da Vila Alpina crema cerca de 300 cadáveres ao mês.

As cinzas não retiradas dos crematórios são, via de regra, espalhadas nos jardins que entornam os crematórios.

Desencarnação

 

Desencarnação ou Desencarne é o termo utilizado pela Doutrina Espírita para designar o processo em que o espírito é desligado do corpo físico e retorna ao plano espiritual. Este desligamento se dá quando ocorre a morte do corpo material.

O Processo segundo a Doutrina Espírita

Enquanto o ser está encarnado, o perispírito liga-se ao corpo físico por ligações sutis, célula a célula e, com maior intensidade, em locais que correspondem no perispírito aos centros de força que outras doutrinas chamam de chacras. Quando o início do processo de desencarnação se dá, essas ligações vão sendo aos poucos rompidas até que o perispírito encontre-se outra vez completamente livre.

O tempo que o processo todo leva e a forma como esses laços são rompidos depende do estado psicológico e moral do indivíduo, da forma como o processo é disparado e do estado psicológico daqueles que o acompanham.

Em uma pessoa materialista, com forte apego ao próprio corpo e às coisas mundanas, o processo de desligamento pode durar mais tempo que o normal pelo fato de ele não aceitar ou identificar a nova realidade em que se encontra. Em uma outra pessoa, espiritualizada e em estado psicológico equilibrado, o processo pode ser bem mais rápido pelo fato de ela saber o que vai ocorrer e esperar o acontecimento em paz consigo mesma. Já nos casos de morte súbita, o processo pode ser quase instantâneo, como se o corpo físico expulsasse o perispírito com violência.

 

Funeral

 

Funeral é a cerimônia, religiosa ou não, tradicionalmente adotada para a despedida de um ente querido logo após sua morte. Terminado o funeral, o caixão com o corpo é enterrado ou cremado.

Para que o processo se dê com mais tranquilidade para o desencarnante é importante que os seus familiares e os amigos que o acompanham não exerçam pressão psicológica sobre ele, tentando se manter equilibrados e confiantes no bom desfecho.

 

DEFINIÇÃO DA MORTE OU

DESENCARNE

 

Entendemos que a morte, cujo termo pode ser aplicado na morte do corpo, pois a vida do espírito é eterna, e só DEUS tem poder para mata-lo. Quando da morte do corpo, o espírito é levado para uma nova vida, em outro corpo, fora do planeta Terra, pois este planeta não é depósito de espírito. A religião que mais se aproxima da verdade sobre a morte é a espírita, retirando-se alguns dogmas.

 

João 11

 

 1 Estava, porém, enfermo um certo Lázaro, de betânia, aldeia de Maria e de sua irmã Marta.

 

2 E Maria era aquela que tinha ungido o Senhor com ungüento, e lhe tinha enxugado os pés com os seus cabelos, cujo irmão Lázaro estava enfermo.

 

3 Mandaram-lhe, pois, suas irmãs dizer: Senhor, eis que está enfermo aquele que tu amas.

 

4 E Jesus, ouvindo isto, disse: Esta enfermidade não é para morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela.

 

5 Ora, Jesus amava a Marta, e a sua irmã, e a Lázaro.

 

6 Ouvindo, pois, que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde estava.

 

7 Depois disto, disse aos seus discípulos: Vamos outra vez para a Judéia.

 

8 Disseram-lhe os discípulos: Rabi, ainda agora os judeus procuravam apedrejar-te, e tornas para lá?

 

9 Jesus respondeu: Não há doze horas no dia? Se alguém andar de dia, não tropeça, porque vê a luz deste mundo;

 

10 Mas, se andar de noite, tropeça, porque nele não há luz.

 

11 Assim falou; e depois disse-lhes: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono.

 

12 Disseram, pois, os seus discípulos: Senhor, se dorme, estará salvo.

 

13 Mas Jesus dizia isto da sua morte; eles, porém, cuidavam que falava do repouso do sono.

 

14 Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto;

 

15 E folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis; mas vamos ter com ele.

 

16 Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele.

 

17 Chegando, pois, Jesus, achou que já havia quatro dias que estava na sepultura.

 

18 (Ora Betânia distava de Jerusalém quase quinze estádios. )

 

19 E muitos dos judeus tinham ido consolar a Marta e a Maria, acerca de seu irmão.

 

20 Ouvindo, pois, Marta que Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa.

 

21 Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.

 

22 Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.

 

23 Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar.

 

24 Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último dia.

 

25 Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

 

26 E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?

 

27 Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.

 

28 E, dito isto, partiu, e chamou em segredo a Maria, sua irmã, dizendo: O Mestre está cá, e chama-te.

 

29 Ela, ouvindo isto, levantou-se logo, e foi ter com ele.

 

30 (Pois, Jesus ainda não tinha chegado à aldeia, mas estava no lugar onde Marta o encontrara.)

 

31 Vendo, pois, os judeus, que estavam com ela em casa e a consolavam, que Maria apressadamente se levantara e saíra, seguiram-na, dizendo: Vai ao sepulcro para chorar ali.

 

32 Tendo, pois, Maria chegado aonde Jesus estava, e vendo-o, lançou-se aos seus pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.

 

33 Jesus pois, quando a viu chorar, e também chorando os judeus que com ela vinham, moveu-se muito em espírito, e perturbou-se.

 

34 E disse: Onde o pusestes? Disseram-lhe: Senhor, vem, e vê.

 

35 Jesus chorou.

 

36 Disseram, pois, os judeus: Vede como o amava.

 

37 E alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também com que este não morresse?

 

38 Jesus, pois, movendo-se outra vez muito em si mesmo, veio ao sepulcro; e era uma caverna, e tinha uma pedra posta sobre ela.

 

39 Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias.

 

40 Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?

 

41 Tiraram, pois, a pedra de onde o defunto jazia. E Jesus, levantando os olhos para cima, disse: Pai, graças te dou, por me haveres ouvido.

 

42 Eu bem sei que sempre me ouves, mas eu disse isto por causa da multidão que está em redor, para que creiam que tu me enviaste.

 

43 E, tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora.

 

44 E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir.

 

45 Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo a Maria, e que tinham visto o que Jesus fizera, creram nele.

 

46 Mas alguns deles foram ter com os fariseus, e disseram-lhes o que Jesus tinha feito.

 

47 Depois os principais dos sacerdotes e os fariseus formaram conselho, e diziam: Que faremos? porquanto este homem faz muitos sinais.

 

48 Se o deixamos assim, todos crerão nele, e virão os romanos, e tirar-nos-ão o nosso lugar e a nação.

 

49 E Caifás, um deles que era sumo sacerdote naquele ano, lhes disse: Vós nada sabeis,

 

50 Nem considerais que nos convém que um homem morra pelo povo, e que não pereça toda a nação.

 

51 Ora ele não disse isto de si mesmo, mas, sendo o sumo sacerdote naquele ano, profetizou que Jesus devia morrer pela nação.

 

52 E não somente pela nação, mas também para reunir em um corpo os filhos de Deus que andavam dispersos.

 

53 Desde aquele dia, pois, consultavam-se para o matarem.

 

54 Jesus, pois, já não andava manifestamente entre os judeus, mas retirou-se dali para a terra junto do deserto, para uma cidade chamada Efraim; e ali ficou com os seus discípulos.

 

55 E estava próxima a páscoa dos judeus, e muitos daquela região subiram a Jerusalém antes da páscoa para se purificarem.

 

56 Buscavam, pois, a Jesus, e diziam uns aos outros, estando no templo: Que vos parece? Não virá à festa?

 

57 Ora, os principais dos sacerdotes e os fariseus tinham dado ordem para que, se alguém soubesse onde ele estava, o denunciasse, para o prenderem.

 

 

1 Coríntios 15

 

 

1 Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis.

2 Pelo qual também sois salvos se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado; se não é que crestes em vão.

3 Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras,

4 E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.

5 E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze.

6 Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.

7 Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos.

8 E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo.

9 Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus.

10 Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo.

11 Então, ou seja eu ou sejam eles, assim pregamos e assim haveis crido.

12 Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?

13 E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou.

14 E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé.

15 E assim somos também considerados como falsas testemunhas de Deus, pois testificamos de Deus, que ressuscitou a Cristo, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não ressuscitam.

16 Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou.

17 E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.

18 E também os que dormiram em Cristo estão perdidos.

19 Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.

20 Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.

21 Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.

22 Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.

23 Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.

24 Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força.

25 Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.

26 Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.

27 Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas.

28 E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.

29 Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos?

30 Por que estamos nós também a toda a hora em perigo?

31 Eu protesto que cada dia morro, gloriando-me em vós, irmãos, por Cristo Jesus nosso Senhor.

32 Se, como homem, combati em Éfeso contra as bestas, que me aproveita isso, se os mortos não ressuscitam? Comamos e bebamos, que amanhã morreremos.

33 Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.

34 Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa.

35 Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?

36 Insensato! o que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.

37 E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou de outra qualquer semente.

38 Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo.

39 Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.

40 E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres.

41 Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.

42 Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção.

43 Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.

44 Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.

45 Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante.

46 Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.

47 O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu.

48 Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.

49 E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.

50 E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.

51 Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;

52 Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

53 Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.

54 E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

55 Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?

56 Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.

57 Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.

58 Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

 

1 Tessalonicenses 4

 

 

1 Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais.

2 Porque vós bem sabeis que mandamentos vos temos dado pelo Senhor Jesus.

3 Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da fornicação;

4 Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra;

5 Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus.

6 Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos.

7 Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação.

8 Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas sim a Deus, que nos deu também o seu Espírito Santo.

9 Quanto, porém, ao amor fraternal, não necessitais de que vos escreva, visto que vós mesmos estais instruídos por Deus que vos ameis uns aos outros;

10 Porque também já assim o fazeis para com todos os irmãos que estão por toda a macedônia. Exortamo-vos, porém, a que ainda nisto aumenteis cada vez mais.

11 E procureis viver quietos, e tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo temos mandado;

12 Para que andeis honestamente para com os que estão de fora, e não necessiteis de coisa alguma.

13 Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.

14 Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.

15 Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.

16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

17 Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.

 


 CLICK NA FOTO OU NO RESULTADO

DE IMAGEM E VEJA MUITO MAIS...

 

 

Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
450 × 301 - sites.google.com
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
6 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
1 dia atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
1 dia atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
5 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
5 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
6 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
3 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
3 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
4 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
6 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
5 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
6 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
9 horas atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?
Resultado de imagem para IMAGENS DE VOCE SOFRE PELA MORTE DO CORPO DE ALGUEM?