DEUS NÃO É RELIGIÃO OU SEITA, POIS RELIGIÕES E SEITAS SÃO COISAS DOS HOMENS E MULHERES, COMO AS CRENDICES.

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32 - Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade. João 17:17 - Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna. João 6:47 - Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade. 2 Coríntios 13:8.


O AMOR DE DEUS PARA COM OS SERES HUMANOS, É ABSOLUTAMENTE INCONDICIONAL, POIS OS CRIOU A SUA IMAGEM E SEMELHANÇA EM ESPÍRITO, E NÃO PODE NEGAR-SE A SI PRÓPRIO.


www.palavra10.com, é o maior site de receitas culinárias do mundo. São aproximadamente 1.500.000 receitas culinárias, com fotos dos pratos  (alimentos preparados). Clicando nas fotos você verá as receitas e os modos de preparos, entre outras orientações e divulgações. Neste site você encontra orientações pessoais, que se tornam uma autoajuda necessária para os problemas pessoais diários. Confira tudo.

 COMPARTILHE O SITE www.palavra10.com COM SEUS AMIGOS E PARENTES.


 CRIAÇÃO DA RAÇA HUMANA RACIONAL
Existem dois períodos distintos e importantes na criação da vida humana. 1º Período: Antes da criação do homem racional (pré-história) e 2º Período após a criação do homem racional, este último citado na Bíblia, em Gênesis Capítulo 1º (criação dos espíritos do homem e da mulher), e Gênesis, Capítulo 2º (criação dos corpos do homem e da mulher). É muito grande a falta de entendimento dos Ciêntistas e dos Religiosos, tornado-os radicais.


AJUDE A MANTER ESTE WEBSITE, DEPOSITE QUALQUER QUANTIA NA CONTA POUPANÇA DO BANCO DO BRASIL Nº 35.747-2, AGÊNCIA Nº 0869-9.

 

  

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
PALAVRA10
O QUE VOCÊ ACHA DESTE SITE?
ÓTIMO
BOM
REGULAR
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (5432 votos)




ONLINE
42





Partilhe esta Página





 

 


POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.

 

Justiça

 

Justiça é um conceito abstrato que se refere a um estado ideal de interação social em que há um equilíbrio razoável e imparcial entre os interesses, riquezas e oportunidades entre as pessoas envolvidas em determinado grupo social. Trata-se de um conceito presente no estudo do DireitoFilosofiaÉticaMoral e Religião. Suas concepções e aplicações práticas variam de acordo com o contexto social e sua perspectiva interpretativa, sendo comumente alvo de controvérsias entre pensadores e estudiosos.

Em um sentido mais amplo pode ser considerado como um termo abstrato que designa o respeito pelo direito de terceiros, a aplicação ou reposição do seu direito por ser maior em virtude moral ou material. A Justiça pode ser reconhecida por mecanismos automáticos ou intuitivos nas relações sociais, ou por mediação através dos tribunais, através do Poder Judiciário.

Em Roma, a Justiça era representada por uma estátua, com olhos vendados, visa seus valores máximos onde "todos são iguais perante a lei" e "todos têm iguais garantias legais", ou ainda, "todos têm iguais direitos". A justiça deve buscar a igualdade entre os cidadãos.

Justiça também é uma das quatro virtudes cardinais, e ela, segundo a doutrina da Igreja Católica, consiste "na constante e firme vontade de dar aos outros o que lhes é devido" (CCIC, n. 381).

Conceito de Justiça na História

Grécia Antiga

As primeiras concepções a respeito da justiça surgiram na Grécia Antiga, onde se utilizava a expressão Dikaiosyne (Δικαιοσύνη ) para representar a personificação de uma integridade moral relacionada ao Estado e aos governos.

Aristóteles definia justiça como sendo uma igualdade proporcional: tratamento igual entre os iguais, e desigual entre os desiguais, na proporção de sua desigualdade. Aristóteles também reconhece que o conceito de justiça é impreciso, sendo muitas vezes definido a contrariu sensu, de acordo com o que entendemos ser injusto – ou seja, reconhecemos com maior facilidade determinada situação como sendo injusta do que uma situação justa.

Platão reconhece a justiça como sinônimo de harmonia social, relacionando também esse conceito à ideia de que o justo é aquele que se comporta de acordo com a lei. Em sua obra “República”, Platão defende que o conceito de justiça abrange tanto a dimensão individual quanto coletiva: a justiça é uma relação adequada e harmoniosa entre as partes beligerantes de uma mesma pessoa ou de uma comunidade.

Idade Média

Dentro da teoria do Direito NaturalSão Tomas de Aquino conceituou justiça como sendo a disposição constante da vontade em dar a cada um o que é seu - suum cuique tribuere - e classifica-a como comutativa, distributiva e legal, conforme se faça entre iguais, do soberano para os súbditos e destes para com aquele, respectivamente. Tomás de Aquino entende que não há um código incondicionado ou absoluto de uma justiça invariável, tendo em vista que a razão humana é variável – ainda que a vontade de buscar a justiça seja um perpétuo objetivo para o homem. Tomás de Aquino, ainda, aproxima muito seu conceito da religião, ao argumentar que, se somente a vontade de Deus é perpétua e se justiça é uma perpétua vontade, então a justiça somente pode estar em Deus.

Juspositivismo moderno

Hans Kelsen apresenta a justiça como sendo uma ideia irracional; por mais indispensável que seja para a ação dos homens, não se trata de um conceito sujeito à cognição. Kelsen enxerga a justiça como sendo um julgamento subjetivo de valor, que não pode ser analisado cientificamente.

Para Hart, a ideia de justiça divide-se em duas partes: um aspecto uniforme ou constante, resumido no preceito de tratar da mesma maneira os casos semelhantes e um critério mutável ou variável usado para determinar quando, para uma dada finalidade, os casos são semelhantes ou diferentes6 . Assim, desde que todos os seres humanos de uma comunidade estejam ligados entre si por laços de igualdade, tem-se que nenhum deles poderá aproveitar-se de sua superioridade econômica ou política para alcançar um fim em detrimento de seu semelhante.

Teorias da Justiça

As principais teorias modernas sobre justiça revelam-se um duas grandes categorias: para uma primeira corrente, a ideia de justiça relaciona-se diretamente com a ideia de equidade (ou ainda, fairness, utilizando-se da expressão inglesa). Para uma segunda corrente, a ideia de justiça está mais ligada ao conceito de bem-estar (welfare). Cada uma dessas correntes comporta uma série de teorias diferentes, que se utilizam de distintas perspectivas para tratar do tema.

Justiça como equidade

Perspectiva utilitarista

A perspectiva utilitarista do conceito de justiça foi desenvolvida por autores como John Stuart Mill, Henry Sidgwick e Jeremy Bentham, este último sendo um dos principais expoentes desse pensamento. Sendo uma teoria preponderantemente consequencialista, o utilitarismo define a utilidade social em termos de utilidades individuais, ou seja, define a função de utilidade de cada pessoa em termos de suas preferências individuais.

Bentham propunha que o princípio da utilidade (prazer/dor; felicidade/tristeza) deveria ser uma norteador não só para as ações dos indivíduos, mas do próprio Estado, no tocante à nomogênese jurídica. Deste modo, entendendo os interesses da comunidade como as somas dos interesses de seus diversos membros, caberia aos governantes e legisladores propor leis e políticas públicas no sentido de gerar o máximo de felicidade para todos.

A relação da justiça com o utilitarismo reside no fato das regras morais da justiça estarem diretamente relacionadas ao que há de essencial na promoção da felicidade humana, sendo valores como a imparcialidade e a igualdade virtudes ou obrigações da justiça.

Perspectiva liberal de John Rawls

John Rawls foi um dos mais influentes teorizadores do conceito de justiça como equidade (fairness), através de sua obra “Uma Teoria da Justiça”, publicada em 1971.

Retomando a teoria do contrato social, Rawls propõe-se a imaginar uma situação hipotética e histórica similar ao estado de natureza (chamada de posição original) na qual determinados indivíduos escolheriam princípios de justiça. Tais indivíduos, concebidos como racionais e razoáveis, estariam ainda submetidos a um "véu de ignorância", ou seja, desconheceriam todas aquelas situações que lhe trariam vantagens ou desvantagens na vida social (classe social e status, educação, concepções de bem, características psicológicas, etc.). Desta forma, na posição original todos compartilham de uma situação eqüitativa: são considerados livres e iguais.

Ao retomar a figura do contrato social como método, Rawls não tem como objetivo fundamentar a obediência ao Estado (como na tradição do contratualismo clássico de Hobbes, Locke e Rousseau). Ligando-se a Kant (construtivismo kantiano), a ideia do contrato é introduzida como recurso para fundamentar um processo de eleição de princípios de justiça, que são assim descritos por ele: Princípio da Liberdade: cada pessoa deve ter um direito igual ao mais abrangente sistema de liberdades básicas iguais que sejam compatíveis com um sistema de liberdade para as outras Princípio da Igualdade: as desigualdades sociais e econômicas devem ser ordenadas de tal modo que sejam ao mesmo tempo: a) consideradas como vantajosas para todos dentro dos limites do razoável (princípio da diferença); b) vinculadas a posições e cargos acessíveis a todos (princípio da igualdade de oportunidades).

Fiel à tradição liberal, Rawls considera o princípio da liberdade anterior e superior ao princípio da igualdade. Também o princípio da igualdade de oportunidades é superior ao princípio da diferença. Em ambos os casos, existe uma ordem lexical. No entanto, ao unir estas duas concepções sob a ideia da justiça, sua teoria pode ser designada como "liberalismo igualitário", incorporando tanto as contribuições do liberalismo clássico quanto dos ideais igualitários da esquerda.

Tais princípios exercem o papel de critérios de julgamento sobre a justiça das instituições básicas da sociedade, que regulam a distribuição de direitos, deveres e demais bens sociais. Eles podem ser aplicados (em diferentes estágios) para o julgamento da constituição política, das leis ordinárias e das decisões dos tribunais. Rawls também esclareceu que as duas formas clássicas de capitalismo (de livre mercado ou de bem-estar social), bem como o socialismo estatal seriam "injustos". Apenas um "socialismo liberal" (com propriedade coletiva dos meios de produção)" ou mesmo uma "democracia de proprietários" poderia satisfazer, concretamente, seus ideais de justiça.

Perspectiva libertária (Hayek e Nozick)

Entre os principais críticos da perspectiva liberal adotada por Rawls, destacam-se as teorias defendidas pelo americano Robert Nozick e o austríaco Friederich Hayek, defensorias de uma perspectiva ainda mais libertária, baseada na ideia de uma liberdade negativa como o princípio básico das ideias liberais, qual seja, a não interferência do Estado na vida privada (em especial, na esfera do mercado).

Hayek afirma que os desejos dos defensores da igualdade são tão irreconciliáveis com a liberdade quanto são as demandas mais estritamente igualitárias. Para Hayek, uma ordem social ideal (“A Grande Sociedade”, como ele denomina) é uma ordem formada por homens livres que tem apenas a lei como regra de conduta. Essas regras tem a função de reger a sociedade no seu todo, além de serem também normas geradoras de ordem econômica que, por sua vez, serão direcionadas ao bom desempenho do mercado. A justiça, tal como a sociedade, também é um produto da evolução dessas normas que conduzem à formação de normas de conduta justa, e não uma evolução das concepções sociais de uma comunidade. Essa “justiça social”, para Hayek, é uma miragem: não se pode acreditar que seja possível descobrir uma norma universal aplicável que possa resolver se uma situação é ou não justa.

Robert Nozick apresenta também uma tese voltara para a exaltação das liberdades de mercado e da limitação do papel do Estado na área social na forma de um Estado Mínimo, opondo-se ao modelo redistributivo de Rawls. Sua visão de justiça parte do princípio de que todos os indivíduos têm direitos invioláveis e que o Estado Mínimo deve garantir sua proteção através funções restritas à proteção dos direitos fundamentais dos indivíduos, como a proteção contra a força, roubo, fraude e incumprimento de contratos.

Perspectiva comunitarista

Outra linha crítica da teoria de Rawls foi desenvolvida nos EUA no início da década de 1980 por acadêmicos como Charles Taylor, Michael Walzer e Alsadair MacIntyre, possuindo ainda como um de seus principais expoentes o professor de Harvard Michael Sandels.

Essa visão passa a dar mais expressão a conceitos tais como cidadania e comunidade, numa rejeição da prioridade do direito e do justo sobre o bem. Em suas obras, Sandels rejeita a corrente utilitarista, por entender que esta trata da justiça como uma questão de cálculo, e não de princípio. Ainda que Sandels reconheça que a visão rawliana supera esta visão, o professor reconhece que a visão liberal de Rawls tenta equivocadamente traduzir os bens humanos em uma única e uniforme medida de valor, sem considerar diferenças qualitativas entre esses valores. Para Sandel, não se pode alcançar uma sociedade justa simplesmente maximizando a utilidade ou garantindo a liberdade de escolha; dessa forma, procura defender uma ética política voltada a virtudes cívicas de crítica e busca por soluções a dilemas morais

Justiça como bem-estar

Perspectiva igualitária de Ronald Dworkin

O jurista Ronald Dworkin também dedicou seu pensamento a analisar o conceito de justiça e a obra de John Rawls, especialmente nos livros “A Virtude Soberana” e “Justiça para Porcos-Espinho”.

Duas ideias desempenham um papel vital na teoria desenvolvida por Dworkin: a ideia do igual cuidad (equal concern) e a ideia de responsabilidade especial (special responsibility). A primeira significa que a distribuição das riquezas sociais deve refletir as escolhas das pessoas, de forma que uma distribuição idêntica das riquezas não se traduziria per se em uma distribuição justa. Já a ideia de responsabilidade implica que não seriam justificadas as desigualdades materiais que não pudessem ser atribuídas às escolhas das pessoas, assim como não se justificariam aquelas que decorressem de circunstâncias que se encontram fora do controle das pessoas.

Ao defender uma concepção de igualdade de recursos, Dworkin parte do pressuposto de que as pessoas são responsáveis pelas escolhas que fazem em suas vidas, mas essa premissa não é suficiente para prover a sua concepção fundamentos sólidos. Por isso, Dworkin pressupõe também que os atributos naturais de inteligência e talento são moralmente arbitrários e, por isso, não devem surtir efeitos sobre a distribuição dos recursos na sociedade.

Uma vez que a igualdade se traduz nos recursos de que as pessoas dispõem para realizar suas escolhas, e não no bem-estar que elas possivelmente poderiam alcançar com esses recursos, os governos devem prover uma igualdade material para todos, tendo a obrigação política de tratar a vida de cada pessoa como tendo uma importância igual. A essa ideia Dworkin denomina como “justiça distributiva”.

Perspectiva econômica de Richard Posner

Em seu livro The Economics of JusticeRichard Posner utiliza-se do conceito de maximização da riqueza como uma base normativa para o conceito de justiça. Para Posner, a riqueza seria maximizada no momento em que os bens materiais e outras fontes de satisfação são distribuídas de modo que o seu valor agregado é maximizado. Como caminhos para essa maximização, Posner aponta três categorias de direitos fundamentais que podem servir como facilitadores: segurança pessoal, liberdade pessoal e propriedade privada.

O papel do Estado nesta perspectiva seria não só de distribuir riqueza, mas também criá-la, através da criação de instituições e bens que possam prover benefícios à população. A concepção de justiça que decorre desta abordagem consiste em tomar a maximização da riqueza da sociedade como critério para avaliar a justiça de atos e instituições. Este critério permitiria conciliar, para Posner, as abordagens de utilidade, liberdade e equidade.

Perspectiva capacitária de Amartya Sen

Aluno de John Rawls, Amartya Sen desenvolveu uma extensa crítica e revisão das ideias básicas de Rawls. Para Sen, a justiça não deve ser avaliada em termos binários (existe justiça ou não); Sen não apoia um ideal abstrato plenamente estabelecido de justiça para avaliar a adequação de diferentes instituições – motivo pelo qual Sen busca formular sua teoria tendo a desigualdade e a diversidade como alguns de seus principais pontos de partida.

Em sua teoria, Sen argumenta que a uma igualdade sempre corresponderá uma desigualdade, e essa analogia não pode ser estendida à relação entre igualdade e liberdade. Partindo doe estudo do fenômeno da desigualdade, Sen sugere uma perspectiva de análise baseada na “capacidade”, cuja abordagem se distinguiria das perspectivas tradicionais de avaliação individual e social, as quais comumente se baseiam em variáveis tais quais “bens primários” (como no caso de Rawls), “recursos” (como no caso de Dworkin) ou “renda real” (como no caso da maioria das análises de cunho econômico). De acordo com Sen, todas essas variáveis tradicionais consistem apenas em instrumentos para a realização do bem estar e meios para a liberdade. Já a capacidade, ao contrário, implica a liberdade para buscar funcionamentos (parte dos elementos constitutivos do bem-estar e do estado de uma pessoa), além de desempenhar um papel direto no próprio bem-estar. Além disso, a capacidade concentra-se diretamente sobre a liberdade, e não sobre os meios para realizá-la: ela é, assim, um “reflexo da liberdade substantiva”. Nesse sentido, a capacidade de uma determinada pessoa representa a sua liberdade de realizar bem-estar.

Símbolos da Justiça

Os símbolos da Justiça são imagens alegóricas que são utilizadas e difundidas como a representação da Justiça ou de sua manifestação. São símbolos usuais da Justiça: a espada, a balança e a deusa de olhos vendados.

  • Espada - simboliza a força, coragem, ordem, regra e aquilo que a razão dita e a coerção para alcançar tais determinações.
  • Balança - simboliza a equidade, o equilíbrio, a ponderação, a igualdade das decisões aplicadas pela lei.
  • Deusa de olhos vendados - Usualmente uma imagem da deusa romana Iustitia, que corresponde à grega Dice, significa o desejo de nivelar o tratamento jurídico de todos por igual, sem nenhuma distinção. Tem o propósito da imparcialidade e da objetividade. É a afirmação de que todos são iguais perante à lei. Portanto, uma vez que seus olhos estão vendados, elucidam o disposto clara e evidentemente. Há que se dizer que a imagem original não comportava tal venda, no entanto, com a evolução da humanidade, por obra dos alemães, esta se faz presente até hoje.
  • Deusa de olhos abertos e sem venda - Pode ser interpretada como a necessidade de não deixar que nenhum pormenor relevante para a aplicação da lei seja desconsiderado, avaliar o julgamento de todos os ângulos.

O Direito sem a balança para pesá-lo é força bruta e irracional. O Direito sem a espada para obrigar sua aplicação é fraco. Da mesma forma que a ausência da venda nos olhos lhe retira a imparcialidade. Cada um deve completar o outro para que a Justiça seja a mais justa possível.

 

Por que a Justiça brasileira é

tão lenta?

 

Ao aceitar julgar recursos de 12 dos 25 réus do mensalão, o Supremo Tribunal Federal (STF) prorrogou ainda mais o desfecho da ação, instaurada em 2007, e reavivou um antigo debate: por que o órgão e, de forma geral, o Judiciário brasileiro levam tanto tempo para tomar decisões?

Segundo o Supremo, 68.309 processos tramitam no órgão hoje, 2% a mais do que no fim de 2012. Assim como a ação penal do mensalão, mais da metade desses processos chegou ao tribunal até 2010. Alguns aguardam desfecho há ainda mais tempo: 540 ações tramitam desde a década de 1990 e 35, desde os anos 1980.

Notícias relacionadas

Tópicos relacionados

Ainda que advogados, juízes e pesquisadores concordem em vários pontos quanto às causas para a lentidão do Supremo e do resto do Judiciário, há divergências em relação às formas de combatê-la.

Para a Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), é preciso mudar a Constituição para que réus condenados em segunda instância tenham suas penas aplicadas de imediato, mesmo que a defesa recorra a tribunais superiores.

A mudança está prevista na Proposta de Emenda à Constitução (PEC) 15/2011, que tramita no Senado. Segundo o autor da PEC, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), a PEC tiraria do STF a responsabilidade de encerrar conflitos já julgados em ao menos duas instâncias.

O senador diz que o Supremo não tem condições de lidar com tantos recursos e deveria priorizar matérias que tratam da Constitução.

Força de lei

Para filtrar os casos que chegam à corte e aliviar outras instâncias, o STF passou a adotar em 2004 um mecanismo conhecido como súmula vinculante. Ela determina que decisões tomadas por pelo menos dois terços do Supremo se tornam regra para todos os demais tribunais e juízes, ganhando força de lei. O órgão também conta com um mecanismo chamado repercussão geral, adotado em 1988, que evita que a corte julgue casos idênticos.

Para Ferraço, porém, os mecanismos não impediram que a corte continuasse sobrecarregada, o que tornaria ainda mais necessária à aprovação da PEC, diz ele.

Mas a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é contra a proposta, por avaliar que ela afetaria o direito de defesa dos réus. "Ela fere um princípio basilar do direito, que é: enquanto houver recurso previsto, a matéria não está definitivamente julgada", diz à BBC Brasil Marcus Vinicius Furtado, presidente nacional da organização.

Furtado afirma que a morosidade do Judiciário deve ser atacada por outros ângulos, como por mudanças no Código do Processo Civil. O tema também está na pauta do Congresso.

"O que trava o processo não é o tempo que ele passa nem com advogado, nem com juiz, nem promotor: é o tempo de gaveta, quando um oficial de justiça demora a localizar um sujeito, quando o processo fica à espera de uma guia, essas pequenas burocracias que acabam tomando muito tempo."

Um dos pontos em discussão, que segundo ele reduziria a duração dos processos, determina que testemunhas sejam indicadas com maior antecedência e que, em vez da Justiça, os advogados que as convocarem sejam responsáveis por levá-las à audiência. Hoje afirma, oficiais de Justiça perdem muito tempo para localizar as testemunhas, e as audiências são desmarcadas facilmente.

Foro privilegiado

Quanto à lentidão do STF, Furtado diz que uma das formas de atacá-la é acabar com o foro privilegiado, que determina que altas autoridades só podem ser julgadas pela corte. "Os juízes de primeira instância são mais talhados para julgar com celeridade demandas originárias".

Aury Lopes Jr., professor de direito processual penal da PUC-RS e autor de estudos sobre a lentidão do Judiciário nacional, endossa a visão de que o STF não está habituado a lidar com ações originárias, quando atua como primeira instância.

Esse é o caso do julgamento do mensalão e de 30% das ações que hoje tramitam no órgão. Já nos demais 70% dos casos, o STF julga recursos de ações já analisadas por cortes inferiores, quando costuma agir mais rapidamente.

Aury Lopes Jr. diz, no entanto, que o órgão poderia acelerar o julgamento ao ampliar de dois para ao menos quatro o número de sessões semanais em que trata do caso e ao reduzir a duração dos votos dos ministros.

Nas últimas sessões, quando os ministros votaram sobre a validade dos recursos chamados embargos infringentes, que permitiram a extensão do julgamento, alguns votos duraram duas horas.

Para o professor, os juízes deveriam ler apenas a síntese de suas decisões. Ao fim da sessão, a defesa e a acusação teriam acesso ao voto escrito, mais detalhado.

Segundo Lopes Jr., porém, os "holofotes e a mídia têm amplificado a questão do ego" entre os ministros, o que explicaria os longos votos. Com as alterações que propõe, ele diz que o processo poderia se encerrar em um mês.

'Tempo de gaveta'

Para Pierpaolo Cruz Bottini, professor de direito penal da USP e chefe da Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça entre 2005 e 2006, simples mudanças nos ritos burocráticos do Supremo e do resto do Judiciário teriam grande impacto na duração dos processos.

"O que trava o processo não é o tempo que ele passa nem com advogado, nem com juiz, nem promotor: é o tempo de gaveta, quando um oficial de justiça demora a localizar um sujeito, quando o processo fica à espera de uma guia, essas pequenas burocracias que acabam tomando muito tempo."

Segundo ele, essas etapas respondem por 80% da duração de processos.

No caso do julgamento do mensalão, ele afirma que a maior parte do tempo do processo foi gasta ouvindo-se as cerca de 400 testemunhas. O prazo, diz, poderia ter sido reduzido caso o órgão as tivesse ouvido por videoconferência.

Ele cita a penhora online como exemplo da transformação que a tecnologia pode provocar no Judiciário brasileiro.

Antes, diz Bottini, passavam-se até oito meses do momento em que um empresário era condenado a indenizar um funcionário até o pagamento. Esse era o prazo para que o juiz enviasse um ofício para o Banco Central, que encaminhava o documento a todos os demais bancos até descobrir onde o empresário tinha conta e, por fim, determinar a penhora de seus bens.

Hoje, segundo o professor, a comunicação ocorre por e-mail e o processo leva 48 horas.

Bottini diz que o combate aos "pontos cegos" do processo judicial e a adoção de outras tecnologias como a penhora online teriam maior efeito nos tribunais que reformas estruturais. "Enquanto não solucionarmos os problemas da pequena burocracia, não há reforma que resolva."


Ministério da Justiça (Brasil)

 

Ministério da Justiça é o órgão superior da administração federal brasileira que trata das matérias relacionadas com a ordem jurídicacidadania e garantias pessoais.

História

Brasil possui Ministério da Justiça próprio desde o Decreto de 3 de julho de 1822, do Príncipe-Regente D. Pedro de Bragança, criando a Secretaria de Estado dos Negócios da Justiça. A Lei n. 23, de 30 de outubro de 1891, mudou a denominação para Ministério da Justiça e Negócios Interiores. Pelo Decreto-Lei n. 200, de 25 de fevereiro de 1967, passou a denominar-se simplesmente Ministério da Justiça.

Atribuições

Conforme o art. 1º do Anexo I ao #Decreto nº 6.061-15/03/2007, os assuntos atribuídos ao Ministério da Justiça são os seguintes:

I - defesa da ordem jurídica, dos direitos políticos e das garantias constitucionais;

II - política judiciária;

III - direitos dos índios;

IV - entorpecentes, segurança pública, Polícias Federal, Rodoviária Federal e Ferroviária Federal e do Distrito Federal;

V - defesa da ordem econômica nacional e dos direitos do consumidor;

VI - planejamento, coordenação e administração da política penitenciária nacional;

VII - nacionalidade, imigração e estrangeiros;

VIII - ouvidoria-geral dos índios e do consumidor;

IX - ouvidoria das polícias federais;

X - assistência jurídica, judicial e extrajudicial, integral e gratuita, aos necessitados, assim considerados em lei;

XI - defesa dos bens e dos próprios da União e das entidades integrantes da administração pública federal indireta;

XII - articulação, coordenação, supervisão, integração e proposição das ações do Governo e do Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas nos aspectos relacionados com as atividades de prevenção, repressão ao tráfico ilícito e à produção não autorizada de drogas, bem como aquelas relacionadas com o tratamento, a recuperação e a reinserção social de usuários e dependentes e ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas;

XIII - coordenação e implementação dos trabalhos de consolidação dos atos normativos no âmbito do Poder Executivo;

XIV - prevenção e repressão à lavagem de dinheiro e cooperação jurídica internacional; e

XV - política nacional de arquivos.

XVI - assistência ao Presidente da República em matérias não afetas a outro Ministério.

Estrutura

Integram a estrutura do Ministério da Justiça, como órgãos específicos:

Como órgãos colegiados:

  • Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária;
  • Conselho Nacional de Segurança Pública;
  • Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual;
  • Conselho Nacional para Refugiados - CONARE;
  • Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos;
  • Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas - CONAD; e
  • Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ.

Vinculam-se, ainda, ao Ministério da Justiça, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e a Fundação Nacional do Índio (FUNAI).

 

Superior Tribunal de Justiça

 

Superior Tribunal de Justiça (STJ) é um dos órgãos máximos do Poder Judiciário do Brasil. Descreve como sua missão zelar pela uniformidade de interpretações da legislação federal brasileira.

O STJ também é chamado de "Tribunal da Cidadania", por sua origem na "Constituição Cidadã". É de responsabilidade do STJ julgar, em última instância, todas as matérias infraconstitucionais não especializadas, que escapem à Justiça do Trabalho, Eleitoral e Militar, e não tratadas na Constituição Federal, como o julgamento de questões que se referem à aplicação de lei federal ou de divergência de interpretação jurisprudencial. Na primeira hipótese, o Tribunal analisa o recurso caso um Tribunal inferior tenha negado aplicação de artigo de lei federal. Na segunda hipótese, o Superior Tribunal de Justiça atua na uniformização da interpretação das decisões dos Tribunais inferiores; ou seja, constatando-se que a interpretação da lei federal de um Tribunal inferior é divergente de outro Tribunal (incluso o próprio Superior Tribunal de Justiça), o STJ pode analisar da questão e unificar a interpretação.

Desde 1º de outubro de 2007, as publicações judiciais e administrativas passaram a ser realizadas de forma eletrônica, no Diário da Justiça e, em 2008, implantou-se o processo eletrônico, com a digitalização de autos físicos.

Competências

Como definidas no art. 105 da Constituição Brasileira:

I - Processar e julgar, originariamente:

a) nos crimes comuns, os Governadores dos Estados e do Distrito Federal, e, nestes e nos de responsabilidade, os desembargadores dos Tribunais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal, os membros dos Tribunais de Contas dos Estados e do Distrito Federal, os dos Tribunais Regionais Federais, dos Tribunais Regionais Eleitorais e do Trabalho, os membros dos Conselhos ou Tribunais de Contas dos Municípios e os do Ministério Público da União que oficiem perante tribunais;

b) os mandados de segurança e os habeas data contra ato de Ministro de Estado, dos Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica ou do próprio Tribunal;

c) os habeas corpus, quando o coator ou paciente for qualquer das pessoas mencionadas na alínea "a", ou quando o coator for tribunal sujeito à sua jurisdição, Ministro de Estado ou Comandante da Marinha, do Exército ou da Aeronáutica, ressalvada a competência da Justiça Eleitoral;

d) os conflitos de competência entre quaisquer tribunais, ressalvado o disposto no art. 102, I, "o", bem como entre tribunal e juízes a ele não vinculados e entre juízes vinculados a tribunais diversos;

e) as revisões criminais e as ações rescisórias de seus julgados;

f) a reclamação para a preservação de sua competência e garantia da autoridade de suas decisões;

g) os conflitos de atribuições entre autoridades administrativas e judiciárias da União, ou entre autoridades judiciárias de um Estado e administrativas de outro ou do Distrito Federal, ou entre as deste e da União;

h) o mandado de injunção, quando a elaboração da norma regulamentadora for atribuição de órgão, entidade ou autoridade federal, da administração direta ou indireta, excetuados os casos de competência do Supremo Tribunal Federal e dos órgãos da Justiça Militar, da Justiça Eleitoral, da Justiça do Trabalho e da Justiça Federal;

i) a homologação de sentenças estrangeiras e a concessão de exequatur às cartas rogatórias;

II - Julgar, em recurso ordinário:

a) os habeas-corpus decididos em única ou última instância pelos Tribunais Regionais Federais ou pelos tribunais dos Estados, do Distrito Federal e Territórios, quando a decisão for denegatória;

b) os mandados de segurança decididos em única instância pelos Tribunais Regionais Federais ou pelos tribunais dos Estados, do Distrito Federal e Territórios, quando denegatória a decisão;

c) as causas em que forem partes Estado estrangeiro ou organismo internacional, de um lado, e, do outro, Município ou pessoa residente ou domiciliada no País;

III - Julgar, em recurso especial, as causas decididas, em única ou última instância, pelos Tribunais Regionais Federais ou pelos tribunais dos Estados, do Distrito Federal e Territórios, quando a decisão recorrida:

a) contrariar tratado ou lei federal, ou negar-lhes vigência;

b) julgar válido ato de governo local contestado em face de lei federal;

c) der a lei federal interpretação divergente da que lhe haja atribuído outro tribunal.

Ministros

O STJ é composto, de acordo com o artigo 104 da Constituição Federal, de no mínimo 33 ministros nomeados pela Presidência da República, sendo um terço dentre juízes dos Tribunais Regionais Federais (TRF), um terço dentre desembargadores dos Tribunais de Justiça (TJ) e um terço, alternadamente, dentre advogados e membros do Ministério Público (MP) Federal, Estadual e do Distrito Federal e Territórios.

A escolha dos juízes e desembargadores é feita pelo Plenário do STJ entre os que se candidatam. O tribunal forma, para cada vaga, uma lista tríplice dos candidatos mais votados, que é submetida à Presidência da República para indicação de um nome. Entre advogados e membros do MP, o Plenário recebe uma lista sêxtupla formada por entidades representativas das classes e seleciona três nomes, também submetidos à Presidência.

Após a indicação pelo Presidente da República, o candidato é submetido à sabatina e votação na Comissão de Cidadania, Constituição e Justiça do Senado Federal e a votação no Plenário do órgão. As votações, tanto no STJ quanto no Senado, são secretas. Após aprovação do Senado, o escolhido é nomeado pelo Presidente da República. O passo final é a posse do nomeado como ministro do STJ.

Para sua composição inicial, a Constituição de 1988 determinou o aproveitamento dos ministros que integravam o Tribunal Federal de Recursos (TFR), extinto e substituído pelos cinco TRFs existentes hoje.

Os ministros dividem-se em três seções especializadas de julgamento, cada uma delas composta por duas turmas, que analisam e julgam matérias de acordo com a natureza da causa submetida a apreciação. Acima delas está a Corte Especial, órgão máximo do Tribunal. A Primeira Seção trata de questões de Direito Público, especialmente Direito AdministrativoDireito Tributário e Direito Previdenciário, bem como mandados de segurança impetrados contra atos de ministros de Estado. A Segunda Seção julga matérias de Direito Privado, tratando de Direito Civil e Direito Comercial. A Terceira Seção é voltada para as causas de Direito Penal.

Composição atual

Nome

Naturalidade

Ano de nascimento

Data da posse

Vaga

Origem

Observações

1

Ari Pargendler

 Rio Grande do Sul

1944 (11 de outubro)

19 de junho de1995

TRF

TRF4

 

2

Felix Fischer

Naturalizado
 Alemanha

1947 (30 de agosto)

17 de dezembrode 1996

MP

MPPR

  • Presidente
  • Presidente do Conselho da Justiça Federal

3

Gilson Langaro Dipp

 Rio Grande do Sul

1944 (1 de outubro)

19 de junho de1998

TRF

TRF4

  • Vice-presidente
  • Vice-presidente do Conselho da Justiça Federal

4

Francisco Cândido de Melo Falcão Neto

 Pernambuco

1952 (30 de maio)

30 de junho de1999

TRF

TRF5

  • Corregedor Nacional de Justiça
  • Embora nomeado ao STJ em vaga destinada a juízes de Tribunal Regional Federal, ingressara na corte regional através do Quinto Constitucional (classe dos advogados)

5

Fátima Nancy Andrighi

 Rio Grande do Sul

1952 (27 de outubro)

27 de dezembrode 1999

TJ

TJDFT

  • Diretora da Revista

6

Laurita Hilário Vaz

 Goiás

1948 (21 de outubro)

26 de junho de2001

MP

MPF

  • Ministra do Tribunal Superior Eleitoral (Corregedora-Geral)(biênio 2012/2014)

7

João Otávio de Noronha

 Minas Gerais

1956 (30 de agosto)

3 de dezembrode 2002

OAB

 
  • Diretor da ENFAM
  • Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (biênio 2013/2015)
  • Quando indicado, exercia o cargo de Direitor Jurídico do Banco do Brasil

8

Humberto Eustáquio Soares Martins

 Alagoas

1956 (7 de outubro)

14 de junho de2006

TJ

TJAL

  • Presidente da 1ª Seção (06.08.2013/2015)
  • Membro do Conselho da Justiça Federal
  • Ministro Substituto do Tribunal Superior Eleitoral (biênio 2013/2015)
  • Embora nomeado ao STJ em vaga destinada a desembargadores de Tribunal de Justiça, ingressara na corte estadual através do Quinto Constitucional (classe dos advogados)

9

Maria Thereza Rochade Assis Moura

 São Paulo

1956 (14 de outubro)

9 de agosto de2006

OAB

 
  • Membro do Conselho da Justiça Federal
  • Ministra Substituta do Tribunal Superior Eleitoral (biênio 2013/2015)

10

Antonio Herman de Vasconcellos e Benjamin

 Paraíba

1957 (13 de novembro)

6 de setembrode 2006

MP

MPSP

  • Membro (suplente) do Conselho da Justiça Federal

11

Napoleão Nunes Maia Filho

 Ceará

1945 (31 de dezembro)

23 de maio de2007

TRF

TRF5

  • Presidente da 1ª Turma (24.05.2013/2015)
  • Membro (suplente) do Conselho da Justiça Federal

12

Sidnei Agostinho Beneti

 São Paulo

1944 (28 de agosto)

12 de dezembrode 2007

TJ

TJSP

  • Membro (suplente) do Conselho da Justiça Federal

13

Jorge Mussi

 Santa Catarina

1952 (8 de março)

12 de dezembrode 2007

TJ

TJSC

  • Presidente da 3ª Seção (01.08.2013/2015)
  • Embora nomeado ao STJ em vaga destinada a desembargadores de Tribunal de Justiça, ingressara na corte estadual através do Quinto Constitucional (classe dos advogados)

14

Geraldo Og Niceas Marques Fernandes

 Pernambuco

1951 (26 de novembro)

17 de junho de2008

TJ

TJPE

 

15

Luís Felipe Salomão

 Bahia

1963 (18 de março)

17 de junho de2008

TJ

TJRJ

  • Presidente da 2ª Seção (27.08.2013/2015)

16

Mauro Luiz Campbell Marques

 Amazonas

1963 (9 de outubro)

17 de junho de2008

MP

MPAM

  • Presidente da 2ª Turma (21.06.2013/2015)

17

Benedito Gonçalves

 Rio de Janeiro

1954 (30 de janeiro)

17 de setembrode 2008

TRF

TRF2

 

18

Raul Araújo Filho

 Ceará

1959 (10 de maio)

12 de maio de2010

TJ

TJCE

  • Presidente da 4ª Turma (10.08.2013/2015)
  • Embora nomeado ao STJ em vaga destinada a desembargadores de Tribunal de Justiça, ingressara na referida corte através do Quinto Constitucional (classe dos advogados)

19

Paulo de Tarso Vieira Sanseverino

 Rio Grande do Sul

1959 (16 de junho)

10 de agosto de2010

TJ

TJRS

 

20

Maria Isabel Diniz Gallotti Rodrigues

 Distrito Federal

1963 (28 de julho)

10 de agosto de2010

TRF

TRF1

  • Embora nomeada ao STJ em vaga destinada a juízes de Tribunal Regional Federal, ingressara na corte regional através do Quinto Constitucional (classe do Ministério Público Federal)

21

Antônio Carlos Ferreira

 São Paulo

1957 (10 de março)

13 de junho de2011

OAB

 
  • Ex-Diretor Jurídico da Caixa Econômica Federal11

22

Ricardo Villas Bôas Cueva

 São Paulo

1962 (28 de maio)

13 de junho de2011

OAB

 
  • Presidente da 3ª Turma (15.02.2014/2016)
  • Quando indicado, era Procurador da Fazenda Nacional licenciado para o trato de assuntos particulares, exercendo a advocacia privada.

23

Sebastião Alves dos Reis Júnior

 Minas Gerais

1965 (4 de janeiro)

13 de junho de2011

OAB

 
  • Presidente da 6ª Turma (02.10.2013/2015)

24

Marco Aurélio Gastaldi Buzzi

 Santa Catarina

1958 (4 de fevereiro)

5 de setembrode 2011

TJ

TJSC

 

25

Marco Aurélio Bellizze Oliveira

 Rio de Janeiro

1964 (4 de janeiro)

5 de setembrode 2011

TJ

TJRJ

  • Presidente da 5ª Turma (18.07.2012/2014)

26

Assusete Dumont Reis Magalhães

 Minas Gerais

1949 (18 de janeiro)

21 de agosto de2012

TRF

TRF1

 

27

Sérgio Luiz Kukina

 Paraná

1959 (13 de julho)

6 de fevereirode 2013

MP

MPPR

 

28

Paulo Dias de Moura Ribeiro

 São Paulo

1953 (28 de setembro)

28 de agosto de2013

TJ

TJSP

 

29

Regina Helena Costa

 São Paulo

1961 (25 de agosto)

28 de agosto de2013

TRF

TRF3

 

30

Rogério Schietti Machado Cruz

 Minas Gerais

1962 (26 de junho)

28 de agosto de2013

MP13

MPDFT

 

31

Néfi Cordeiro

 Paraná

1966 (18 de outubro)

3 de abrilde 2014

TRF

TRF4

 

32

vaga

     

TRF

   

33

vaga

     

TRF

   

Próximas aposentadorias (por idade)

  • Sidnei Agostinho Beneti, em 28 de agosto de 2014
  • Gilson Langaro Dipp, em 1º de outubro de 2014
  • Ari Pargendler, em 11 de outubro de 2014
  • Napoleão Nunes Maia Filho, em 31 de dezembro de 2015

 

PARA ONDE CAMINHA A JUSTIÇA

NO BRASIL?

 

O STF não pode continuar pecando contra a Constituição do país e as convenções internacionais

 

É preocupante. Os caminhos trilhados pela Justiça brasileira nos últimos tempos vêm colocando o país numa situação delicada aos olhos de organismos internacionais de direitos humanos e melindrando nossa imagem no exterior como Nação democrática.

Três anos após a Corte Interamericana de Direitos Humanos ter condenado o Brasil no caso da Guerrilha do Araguaia, outro caso preocupa o STF, que mais uma vez, corre o risco de sair chamuscado.

O Supremo foi o vilão causador da primeira condenação do Brasil pela Corte Interamericana por ter se negado a atender ao apelo das famílias de investigação e julgamento dos culpados pelo desaparecimento forçado de 62 pessoas, ocorrido entre 1972 e 1974, na região da Guerrilha do Araguaia.

Neste caso o STF agiu na contramão da história da maioria dos países latinos americanos que julgaram seus criminosos, desqualificando as leis de anistia existentes, por considerarem que tortura, morte e desaparecimentos forcados, por parte do Estado são terrorismo de Estado e como tal crimes não passíveis de anistia pelas convenções internacionais.

O novo caso que coloca o STF em cheque a nível internacional é o desrespeito a um princípio garantido pela própria Constituição brasileira: a violação ao direito constitucional do cidadão acusado de qualquer crime, ao duplo grau de jurisdição durante o seu julgamento.

Como todos sabemos, a maioria dos condenados pela Ação Penal 470 não deveria ter sido julgada pelo STF, uma vez que não eram parlamentares e, portanto, não lhes caberia o foro privilegiado. Por esta razão, os condenados Kátia Rabello, José Roberto Salgado e Vinícius Samarane apresentaram recurso contra a decisão à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) órgão da OEA, sedada em Washington.

É óbvio que aqui não se discute a questão do mérito das condenações dos três réus em questão, nem de outros condenados da AP 470, mas tão somente o fato de que não tiveram direito ao julgamento em mais de uma instância como cabe a qualquer cidadão deste país, independente do crime que tenha cometido. A quem a OEA dará razão? Muito provavelmente condenará, mais uma vez, a atuação do STF.

A preocupação sobre o caso é tamanha que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sugeriu a criação de um grupo de trabalho com representantes de órgãos do Judiciário e do Executivo (Advocacia-Geral da União; a Procuradoria-Geral da República; os ministérios da Justiça e das Relações Exteriores ) para defender as condenações do Supremo Tribunal Federal no julgamento.

Outra fato que ilustra bem a deterioração da imagem internacional da Justiça e do sistema carcerário brasileiro é o caso da recente manifestação do Ministério Público da Itália ao pedir que o governo brasileiro esclareça se os presídios do país têm condições de garantir os "direitos fundamentais da pessoa humana" ao receber o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado na Ação Penal 470, caso ele seja extraditado para o Brasil.

Conhecedores do sistema carcerário brasileiro, o governo italiano, faz esta consulta muito mais com o intuito de constranger o Brasil e de ganhar tempo no processo de pedido de extradição feito pela Justiça brasileira. Pizollato tem cidadania italiana e o governo da Itália não costuma extraditar facilmente seus cidadãos.

Qualquer que seja a real intenção do governo italiano, todos nós sabemos qual é a real situação da maioria dos presídios no Brasil. Celas frias, sem sol, úmidas, sem camas e superlotadas. Basta visitar qualquer uma e se constata que o Brasil não tem prisões, tem centros de tortura, que não reabilitam presos, pelo contrário, o sujeito sai de lá com ganas de vingança. Muitos dos crimes praticados por ex-detentos são mais violentos do que aqueles que os levaram à prisão.

Esta não é a minha opinião como político ou como cidadão comum. É fato reconhecido pela sociedade brasileira e ganha ares oficiais quando ministros do próprio STF reconhecem a situação.

Em entrevista à Band recentemente o ministro do STF, Marco Aurélio, qualificou de precárias as condições carcerárias dos presídios brasileiros, afirmou que aqui, a função de reeducar não ocorre e comparou as prisões no Brasil à Bastilha. A comparação, com certeza, balizará a sorte de Pizzolato, a ser definida pelos magistrados italianos.

Ao condenar o Brasil no caso da Guerrilha do Araguaia, a Corte Interamericana mostrou que o Brasil está agindo na contramão da história e evidenciou que a Justiça brasileira não forneceu mecanismos efetivos para uma total reparação às vítimas da ditadura militar, não levando a um Direito à Verdade ou a um Direito à Justiça reais.

Ao reconhecer aos réus do Ação Penal 470 o direito de serem julgados em mais de uma instância e poderem apelar em relação aos resultados, a Comissão Interamericana, caso isso venha a ocorrer, estará justamente endossando a necessidade do Brasil avançar quanto à garantia dos Direitos Constitucionais do próprio país.

O STF não pode continuar pecando contra a Constituição do país e as convenções internacionais. Isso envergonha o povo brasileiro e fere de morte a imagem do Brasil como Nação democrática.

 

Barbosa diz que Justiça pune de

forma desigual ricos e pobres

 

Brasília - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, disse hoje (3), em debate na Costa Rica, que um dos fatores da impunidade no país é o tratamento desigual dado pela Justiça. Segundo ele, há diferença na condução de ações envolvendo pessoas com maior poder aquisitivo, com dinheiro para pagar bons advogados, e aquelas relacionadas aos  "pobres, negros e pessoas sem conexões".

"As pessoas são tratadas de forma diferente de acordo com seu status, sua cor de pele e o dinheiro que têm. Tudo isso tem um papel enorme no sistema judicial e especialmente na impunidade", disse Barbosa. O ministro está em San José participando de um evento sobre liberdade de imprensa promovido pela Unesco.

Segundo o ministro, no país prevalece uma proximidade antiética entre advogados poderosos e juízes, o que acaba desequilibrando a prestação de Justiça. "Essa pessoa poderosa pode contratar um advogado poderoso com conexões no Judiciário, que pode ter contatos com juízes, sem nenhum controle do Ministério Público ou da sociedade. E depois vêm as decisões surpreendentes: uma pessoa acusada de cometer um crime é deixada em liberdade", argumentou.

Mesmo apontando essa falha, que considera existir não só no Brasil e na América Latina, mas no mundo todo, Barbosa disse que o Judiciário brasileiro é confiável, forte e independente do Legislativo e do Executivo. "Os juízes são respeitados pela maioria das pessoas", analisou.

O presidente do Supremo também justificou a demora da resposta do Judiciário brasileiro devido ao complexo sistema recursal do país, que admite até quatro instâncias para analisar a mesma questão. Ele também falou dos problemas da prerrogativa de foro, que permite aos políticos e determinadas autoridades serem julgados por tribunais superiores, e não pela Justiça de primeiro grau.

 

Barbosa: Justiça no Brasil é mais

rigorosa com pobres e negros

 

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, criticou o excesso de recursos judiciais no Brasil, o tratamento privilegiado que a Justiça dá aos políticos e as chances desiguais que poderosos têm em um processo, em comparação com pobres e negros. Para Barbosa, o Judiciário brasileiro condena muito os desvalidos, mas deixa impunes os mais abastados. Os comentários foram feitos em um debate ocorrido durante um congresso da Unesco sobre liberdade de imprensa em San José, capital da Costa Rica.

- O Brasil, como a maior parte da América Latina, tem problemas culturais para resolver que impactam no Judiciário. Por exemplo, a concepção equivocada de igualdade. As pessoas são tratadas de forma diferente de acordo com seu status, sua cor de pele e o dinheiro que têm. Isso tem um papel enorme no sistema judicial e, especialmente, na impunidade – declarou Barbosa.

Ele também criticou a falta de transparência no processo judicial. Segundo Barbosa, é comum que políticos e advogados influentes conversem reservadamente com os juízes:

- Um dos principais problemas no Brasil é a falta de transparência no processo judicial, algo antiético e forte que existe em todo o sistema. Uma pessoa poderosa pode contratar um advogado poderoso, com conexões no Judiciário. Ele pode ter contatos com juízes sem nenhum controle do Ministério Público ou da sociedade. Depois, vêm as decisões surpreendentes: uma pessoa acusada de cometer crime é deixada em liberdade. E não por argumentos legais, mas por essa falta de transparência das comunicações.

O presidente do STF elogiou decisão recente da Argentina que proíbe contato privado de advogados com juízes sem presença de outras partes interessadas no processo. No STF, Barbosa é o ministro que menos recebe advogados – e, frequentemente, é criticado por isso. Para o ministro, esse tipo de audiência só deveria ser possível quando todas as partes envolvidas na causa estão presentes:

- No Brasil, esse tipo de comportamento é malvisto. Essa é uma boa explicação para a impunidade de alguns tipos de criminalidade, porque o Brasil é um país que pune muito os pobres, os negros e pessoas sem conexões.

Barbosa também atacou o foro privilegiado:

- Há uma razão para a impunidade no nosso país. Se um prefeito é acusado de um crime, ele será julgado por um juiz comum. O caso dele será decidido por um tribunal de apelação. Se o acusado é membro do Congresso, o caso será decidido pela Suprema Corte, que tem 60 mil casos aguardando julgamento, casos que afetam a sociedade, e não tem tempo algum para decidir processos criminais.

 

Combater pobreza requer melhoria

do acesso à Justiça para pobres,

afirma especialista da ONU

 

A Relatora Especial da ONU sobre a pobreza extrema, Magdalena Sepúlveda, pediu aos Estados que tomem medidas imediatas para garantir o acesso à Justiça pelos segmentos mais pobres da sociedade, no Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza.

“O acesso à Justiça é um direito humano em si mesmo, e essencial para resolver as causas profundas da pobreza”, disse Sepúlveda hoje (17), instando os Estados a melhorar esse acesso para os pobres como parte central de seus esforços para combater a pobreza.

“Sem acesso à Justiça, as pessoas que vivem na pobreza são incapazes de reivindicar e perceber toda uma gama de direitos humanos, ou contestar crimes, abusos ou violações cometidas contra eles”, observou Sepúlveda.

As pessoas que vivem na pobreza enfrentam sérios obstáculos para acessar os sistemas de Justiça – incluindo as barreiras financeiras, sociais e físicas – que perpetuam e agravam sua desvantagem.

“As pessoas que vivem na pobreza são muitas vezes impedidas de buscar a Justiça, devido ao custo e tempo de viagem para um tribunal distante, taxas cobradas para pedidos de isenção para a assistência jurídica de qualidade”, disse a Relator Especial. “Ao pobre pode ser negada legitimidade para registrar uma reivindicação, porque eles não têm uma certidão de nascimento oficial”.

“A falta de informação sobre os seus direitos, o analfabetismo ou as barreiras linguísticas, juntamente com o estigma enraizado ligado à pobreza, também tornam mais difícil para os pobres se envolver com o sistema de justiça. Em tais circunstâncias, uma pessoa que vive em situação de pobreza não pode defender os seus direitos ou contestar a injustiça”, ressaltou.

Sepúlveda observou que mesmo democracias maduras lutam para garantir de fato a igualdade de acesso à Justiça por aqueles que vivem na pobreza. “É fundamental construir um sistema de justiça inclusivo que esteja próximo das pessoas, tanto socialmente quanto geograficamente”, disse a perita independente.

“Garantir o acesso à Justiça para os pobres exige sistemas judiciais funcionais e leis que não apenas refletem os interesses dos grupos mais ricos e mais poderosos, mas também levem em conta a renda e os desequilíbrios de poder”, disse ela. “As reformas devem ser implementadas com a participação efetiva e significativa de pessoas que vivem na pobreza.”

Sepúlveda enfatizou que as mulheres que vivem na pobreza enfrentam particulares dificuldades de acesso à Justiça, e esta é uma das principais causas de sua maior vulnerabilidade à pobreza. Em sua opinião, “os esforços para combater a pobreza devem incluir o empoderamento das mulheres em busca de justiça, assegurando que o sistema de justiça não as discrimine”.

“No Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, gostaria de lembrar os Estados e outros que os esforços para acabar com a pobreza deve ser multidimensional e sustentável. Melhorar o acesso à Justiça é uma parte crucial de qualquer estratégia”, concluiu.


 

 

 CLICK NA FOTO OU NO RESULTADO

DE IMAGEM E VEJA MUITO MAIS...

 

Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.

Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
408 × 480 - vitimasdoinss.blogspot.com
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
4 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
2 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
2 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
4 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
1 dia atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
5 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
1 dia atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
3 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
2 dias atrás
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.
Resultado de imagem para IMAGENS DE POBRE NO BRASIL, SÓ TEM DIREITO A JUSTIÇA DE DEUS.